Obra: Lolita


Lolita significa mulher jovem e sedutora. Achei um nome ideal para esta obra. A jovem está despida na grama, exalando sensualidade. Suas curvas são perfeitas, sua pele macia, seu rosto delicado.


Captar somente uma fotografia é simples. Para dar o toque que deseja, neste caso o sensual, você precisa adicionar cores e acrescentar um ar de abstração para que sua mensagem seja mais clara.


Observe os tons de rosa, representando a cor sensual, o feminino, a névoa que representa o proibido, atraente e sedutor. Observe agora o verde acima da imagem, que representa saúde, vitalidade e liberdade.


Suas pernas um pouco abertas atiçam mais a curiosidade do observador. Os reflexos apimentam mais a imagem, como se a modelo estivesse exalando o excesso sua sexualidade. Podemos dizer que é um "campo magnético sexual".


Sempre digo que 20% está na captura da imagem e 80% na edição. Sem a edição seria apenas uma menina nua, sentada na grama, nada de mais.


Na edição aplicamos abstratos que estão em nossos pensamentos. A menina está nua, tudo bem, mas o que ela expressa e o que você sente? Ou melhor, o que você quer que o observador sinta?


Tente responder a estas perguntas antes de sua edição. O seu sentimento, que é algo abstrato e só seu, deverá ser expressado de alguma forma. Encontre esta forma de expressão. Cores, reflexos, curvas e névoas fazem a diferença!



Fotografia e texto por: Felipe Hueb


Acesse o meu Instagram clicando aqui.








103 visualizações0 comentário
Fique por dentro de mais dicas!
  • Facebook
  • Instagram

Made by Capital Criativa - www.capitalcriativa.com.br